Uma fuga quase perfeita

Padrão

Sabe aquela vontade de fugir por algumas horas, quebrar a rotina, adiar compromissos… quem nunca?

Era meio de semana, dia de sol quente, muito calor… e uma praia logo ali! Deixamos as crianças na escola, resolvermos escapar dos afazeres e deixar tudo pra depois para dar um mergulho no mar.

13

Chegamos na praia. Caminhávamos pela areia, o silêncio entre nós… observávamos. O vento estava forte, levava a areia fina que batia em nossas canelas. A impressão é de que estender a canga na areia seria complicado…

Continuamos nossa caminhada em busca de um lugar próximo ao mar para deixar nossas coisas e dar o tão desejado mergulho. A praia esta quase vazia.

Mal estendemos a canga, ela se encheu de areia… o sorriso prepara mente e corpo: vamos virar croquete! Mas nada nos abala. Foco no banho de mar!

Em direção ao mar, continua a observação: que dia lindo, o céu, o costão, o mar… a água estava turva, cor de caldo de cana, dizem os nativos que “é por causa da corrente de leste, que deixa a água trincando como gelo e cheia de águas-vivas”.

Aaahhhhhhh

Água trincando vá lá… mas águas-vivas “vivas” inviabilizam o nosso principal objetivo de fuga: um banho de mar!

a-fuga-quase-perfeita1

E lá estavam elas, lindas águas-vivas, de todas as cores: brancas, cor de rosa, marrons… pareciam flutuar. Confesso que na hora murchei. Mas não me dei por vencida. Devagar, olhando para todos os lados – medinho – comecei a entrar na água, tomando certa distância daquelas que conseguia enxergar. E com a água pelos joelhos dei a primeira investida.

Um mergulho lento e objetivo, entra na água, sai da água e imediatamente saio do mar… a areia batendo nas canelas. Penso: que fuga maravilhosa! rs

Em poucos segundos percebo que minha panturrilha começa a arder… só faltava essa! Sem que eu visse ou sentisse nada, uma delas passou por mim seus fiozinhos urticantes… nada grave. Mesmo com a ardência tento aproveitar a fuga. 🙂

Acabamos os dois em pé à beira mar, com areia nas canelas, nossa canga já coberta pela areia num dia quente de sol. Sorrindo. Ou melhor, só rindo!

🙂

Anúncios

Sobre Elisa Moreira

Ama viajar, passear, banho de mar, praticar esportes, experimentar novos temperos, chegar num lugar novo e sair andando pela rua. Turismóloga, de Floripa, mãe da Marina e da Natália. Viaja junto com a família, para longe ou bem pertinho, sempre em busca de novas experiências.

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s